HISTÓRIA DA FUNDAJAN

FUNDAJAN – Fundação de Assistência Social de Janaúba, entidade de direito privado, filantrópica, sem fins lucrativos, foi instituída pela escritura pública em 24 de Abril de 1.974. Nasceu do desejo e da necessidade de assistência médico-hospitalar ao trabalhador rural, em convênio com o, FUNRURAL que construiu e equipou a unidade hospitalar da FUNDAJAN, construída em um terreno de 6.000m2 pertencente ao Sr. Adão Rocha que doou 2000m2 e a Prefeitura Municipal doou os outros 4.000m2, comprados por CR$ 12.000,00 (Doze mil cruzeiros).

A construção foi feita pela VITROFER de Curitiba-PR ganhadora da concorrência para construção das Unidades hospitalares do FUNRURAL em Janaúba, Jacinto, São João do Paraíso, Manga, Montalvânia e Arinos.

A construção em pré-fabricado de madeira com estrutura e cobertura metálica, telhas em fibrocimento ocupou 730m2 com 4 enfermarias, 01 sala de parto, berçário para 4 leitos, salas de cirurgia, esterilização, laboratório, sala de RX, gabinete dentário e sala de pronto socorro, consultório médico, sala de curativos, farmácia, refeitório, salas administrativas, lavanderia, cozinha e garagem.

Equipamentos e mobiliários foram todos cedidos pelo FUNRURAL, dentre eles, uma ambulância, um gerador de energia 75Kva, um incinerador de lixo para 300Kg.

Somente no dia 1º de abril de 1.976 iniciaram os atendimentos o Hospital da FUNDAJAN sob a administração do Trabalhador Rural Sr. Joaquim José dos Santos – Diretor Presidente, Geraldo Teles de Menezes – Diretor Secretário e Reinaldo Viana como Diretor Tesoureiro. No corpo clínico os doutores: José Ricardo Pimenta Borém – Diretor Clínico, Rômulo Parrela e Renato Veloso Brant.

Em janeiro de 1.980 assume a Diretoria como Presidente o Sr. Raimundo Nonato Perdigão, Diretor Secretário – José Boaventura de Carvalho e Diretor Tesoureiro - Luís Correia da Silva.

Nesta gestão foi articulada maior participação da sociedade civil e governo municipal; iniciou-se também reforma e ampliação de espaço físico com recursos de doação de bezerros em leilão, bem como a contratação dos médicos: Dr. Valter Falcão, Dr. Abdias Versiani Aguiar, Dr. Oscar Maurício Porto e Dra. Cristina Mizziara Porto e firmado convênio com o IPSEMG.

Em maio de 1.983 assume a Diretoria o Sr. Francisco Isidoro Pereira Neto, Diretor Secretário – Sr. Artur da Silva Paula, Diretor Tesoureiro – Jairo dos Santos Cordeiro.

Nesta gestão foi feita reforma estatutária e continuidade a campanhas junto à comunidade para confecção de rouparia para o hospital.

Nesta etapa, o ambulatório da FUNDAJAN que funcionava no Sindicato Rural foi transferido para o hospital visando à melhoria do atendimento.

Simplicidade, luta, abnegação e generosidade marcaram a vida da FUNDAJAN que contou ao longo de sua história com muitas contribuições, além dos seus diretores e conselheiros, pessoas como Irmã Piedade (Congregação filhas de Jesus) desenvolveu junto às autoridades e escolas, conscientização da importância do Hospital e muitas doações de colchões, alimentos, material médico – hospitalar etc.

Em junho de 1.984, assume como Diretor Presidente o Sr. Wildemar Maximiano da Cruz, Secretário Sr. Pedro Lourenço de Oliveira e Tesoureiro Sr. José Carlos Moreira. Além de outros profissionais médicos contrata também bioquímica Maria das Graças P. de Robleto que assume também o cargo de Gerente Administrativa.

Nesta gestão foi feita reforma e ampliação da estrutura física e houve maior interação entre as equipes multiprofissionais nas discussões e deliberações das normas e rotinas internas, ressaltando-se a atuação e apoio do médico Dr. Alberto de Azevedo Bahia, então Diretor Clínico.

Em setembro de 1.987 o Sr. Geraldo Marcos Gomes Lima assumiu o cargo de Diretor Presidente juntamente com Eustáquio de Fátima Guimarães – Diretor Secretário e Geraldo Eustáquio Vieira – Diretor Tesoureiro, dando prosseguimento à prestação da assistência médico hospitalar.

Setembro de 1.990 assume como Diretor Presidente o Sr. Olavo Carlos Campos Barbosa, Diretor Secretário – João Dias Correia e Diretor Tesoureiro – Antonio Alves Brito.

Essa gestão deu um novo impulso e rumo à FUNDAJAN. Já com a Universalização dos Serviços de Saúde – SUS que chegou com ampliação e melhoria da remuneração dos serviços prestados.

Foi elaborado e executado projeto de ampliação e reforma da rede física que passou de 1.096m2 para 1.946 m2 de área construída, com ampliação e melhoria do atendimento.

Houve reorganização do setor administrativo com a contratação de uma Administradora de Empresas e contratação de Enfermeira para Coordenação do Serviço de Enfermagem e Serviço de Consultoria (Dr. Luciano Wagner e Alexandre Pires Ramos).

Nesta fase foram providenciados os diversos documentos e registros obrigatórios e necessários a uma entidade filantrópica, bem como reforma estatutária adequada às novas exigências. Neste período, o quadro de funcionários que era 40 pessoas aumentou para 60.

Diversas Campanhas Beneficentes foram desenvolvidas nesta gestão. O Nome fantasia FUNRURAL foi enfim substituído pela FUNDAJAN.

De janeiro de 1.993 a dezembro 1.996 – A FUNDAJAN ofereceu estágio rural a estudantes de medicina da UNIMONTES.

Muitos equipamentos foram adquiridos como o RX 500MA, lavanderia industrial, fogão industrial, mesa cirúrgica, mobiliário hospitalar e de escritório.

Em setembro de 1.993 assume a Diretoria o Sr. Wildemar Maximino da Cruz e o Vice-Presidente José Carlos Moreira que assume de Junho de 1.996 a fevereiro de 1.997.

Neste período foi implantado o Serviço de Ortopedia, início de Informatização do Faturamento e implantação da Agência Transfunsional. Maior aproximação e participação do Corpo Clínico. Uma grande conquista foi a permanência dos médicos no plantão.

Ressalta também participação da Diretoria e Gerência em congressos e cursos na área de administração hospitalar. Nesta gestão, Sr. Wildemar, então Prefeito Municipal, presidente do conselho deliberativo delega aos clubes de serviço (Maçonaria, Rotary, Lions) a escolha de candidatos para chapa da Diretoria da FUNDAJAN.

Em fevereiro de 1.997 o Sr. Odilon Eustáquio Barroso Carvalhais, assumiu a Diretoria, juntamente com o Sr. Paulo Roberto de Carvalho como Diretor Secretário e Hildon Mendes Silva como Diretor Tesoureiro.

Período fecundo e de muitas realizações:

- Implantação da consulta popular R$ 20,00;

- Alteração da escala de plantão do Pronto Socorro;

- Investimento na estrutura física e aquisição de equipamentos para o laboratório;

- Maior autonomia às chefias do Hospital e Maternidade Sagrado Coração de Jesus e investimento na capacitação das equipes multiprofissionais.

- Implantação do Programa de Qualidade Total na FUNDAJAN.

Em junho de 1.999 deixou o cargo por problemas de saúde assumido o então Vice Presidente João de Deus Barbosa dos Santos até abril de 2.000 que deu continuidade aos trabalhos.

No triênio 2000 a 2003 assumiu a Diretoria o Sr. João Fernandes Coelho juntamente com o Diretor Secretário Sr. Antônio Silveira Neto e Diretor Tesoureiro Sr. Milton de Oliveira Filho.

Neste período, foi deliberada a implantação do programa de atendimento à Gestante de Alto Risco e UTI Neonatal, convênio este assinado em 23 de novembro de 1999

Foram contratados os serviços da arquiteta Dra. Vera Lúcia Hoffman que elaborou o projeto da UTI Neonatal, já aprovado pela Diretoria de Infraestrutura física da SES.

Com a falta de recursos para a referida reforma e ampliação, foi adequada estrutura física para funcionamento provisório da UTI Neonatal na área da maternidade, com recursos da FUNDAJAN, na ordem de R$ 43.000,00 (Quarenta e três mil reais).

Nesta gestão foi feita parceria com a Prefeitura Municipal na campanha para recebimentos da dívida ativa.

- Foram adquiridos equipamentos para o bloco cirúrgico.

Em junho de 2.003 assumiu uma nova Diretoria, que estabeleceu profundas mudanças:

- Campanha Beneficente da Saúde que tem rendido em média R$ 25.000,00 líquido à FUNDAJAN;

- Alteração estatutária mais ampla, possibilitando maior profissionalização da gestão.

- Contrato de comodato com a Prefeitura para Administração do Hospital Regional.

No triênio 2006 a 2008 foi feito em parceria com a secretaria Municipal de saúde projeto de ampliação no hospital com a construção de nova ala da pediatria, clínica medica e clinica cirúrgica com a consequente ampliação para os atuais 68 leitos.

Os recursos foram provenientes de convênio com a secretaria estadual de saúde e as inaugurações destas novas alas se dão no ano de 2009 quando já tomara posse nova diretoria.

Em todos os momentos, desta história, é patente a trajetória de crescimento e fortalecimento da Instituição.

Hospital Amigo da Criança - IHAC

Somos referência